jerusalém

Autoridades israelenses inauguram colônia judaica em Jerusalém

O presidente do Parlamento, Reuven Rivlin, um ministro do Governo Netanyahu e o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, estiveram presentes à cerimônia de inauguração da colônia batizada de Maale Hazeitm

Diogo Menezes
Diogo Menezes
Publicado em 25/05/2011 às 14:40
Foto: AFP
O presidente do Parlamento, Reuven Rivlin, um ministro do Governo Netanyahu e o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, estiveram presentes à cerimônia de inauguração da colônia batizada de Maale Hazeitm - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

JERUSALÉM - Importantes autoridades israelenses participaram nesta quarta-feira da inauguração de uma
colônia judaica com 60 casas no coração do bairro palestino de Ras al-Amud, em Jerusalém Oriental, informou um correspondente da  AFP no país.
   
O presidente do Parlamento, Reuven Rivlin, um ministro do Governo Netanyahu e o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, estiveram presentes à cerimônia de inauguração da colônia batizada de Maale Hazeitm, localizada no sopé do histórico Monte das Oliveiras e acima da Cidade Velha e da Esplanada das Mesquitas.
   
A presença dos dirigentes israelenses acontece pouco depois de o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu reafirmar perante o Congresso norte-americano que Jerusalém é e seguirá sendo a capital indivisível do Estado de Israel. A ONG israelense Ir Amim, que se opõe à colonização, denunciou uma "perigosa provocação" e criticou os representantes políticos que participaram do evento.
   
Israel anexou Jerusalém Oriental ao seu território em junho de 1967 e considera a Cidade Santa como sua capital "eterna e indivisível". Esta anexação nunca foi reconhecida pela comunidade internacional e os palestinos pretendem fazer do território a capital de um futuro Estado Palestino.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias