ELEIÇÕES 2018

Maurício Rands disputará governo com Silvio Costa no Senado

O ex-deputado federal Maurício Rands, do PROS, terá como vice a ex-vereadora do Recife Isabella de Roldão, do PDT

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 05/08/2018 às 18:21
Foto: Leo Motta/JC Imagem
O ex-deputado federal Maurício Rands, do PROS, terá como vice a ex-vereadora do Recife Isabella de Roldão, do PDT - FOTO: Foto: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

O ex-deputado federal Maurício Rands (PROS) vai disputar o governo de Pernambuco. Ele terá como vice a ex-vereadora do Recife Isabella de Roldão (PDT). O anúncio foi feito neste domingo (5), último dia para convenções.

Um dos nomes para o senado é o deputado federal Silvio Costa (Avante). A outra vaga está em aberto. Duas horas após ser anunciado candidato ao Senado, o vereador do Recife Jayme Asfora (PROS) não será mais um dos nomes da chapa. Silvio Costa afirmou que o governador Paulo Câmara (PSB) pressionou para que Asfora não disputasse na chapa. O socialista nega. Leia mais no Blog de Jamildo.

Chapa

O Pros e o Avante estariam na coligação da vereadora do Recife Marília Arraes (PT), mas a petista foi rifada em prol de uma aliança com o governador Paulo Câmara (PSB).

Já o PDT deixou o governo após a atuação de Paulo para evitar que o PSB apoiasse a candidatura presidencial do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT).

Durante a convenção, Isabella de Roldão definiu a chapa como uma terceira via para um Estado polarizado. "Temos aqui um espaço onde nos colocamos a disposição para provocar os pernambucanos e pernambucanas e dizer que existe sim uma terceira opção, existe sim um homem sério que retoma. Estou muito grata por estar ao lado de Maurício. Desde que a gente oficializou que só temos recebido grandes adesões, a repercussão está positivíssima. Essa chapa aqui entra para dizer 'Pernambuco tem alternativa para votar, Pernambuco tem uma terceira via'", afirmou.

Para Maurício Rands, 'O Pernambuco que você quer' reúne candidatos empenhados em "uma nova forma de fazer política".

"Estamos vindo aqui no momento em que a política está passando por uma grande transformação. Quando estamos vendo o cenário meio devastado, a gente não enxerga as novas plantas, novas flores que estão surgindo. Acho que esse desencanto com a política já foi ao fundo do poço. Está começando a renascer a esperança das pessoas em uma nova forma de fazer política. É isso que o PROS, PDT, Avante e outras forças políticas que estão se incorporando estão fazendo", afirmou o candidato.

Últimas notícias