ATO FALHO

Sou vítima daquilo que prego, diz Bolsonaro

Durante a entrevista na rádio CBN, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro, se esquivou da responsabilização sobre ataques cometidos por seus apoiadores

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 11/10/2018 às 22:57
Foto: Mauro Pimentel / AFP
Durante a entrevista na rádio CBN, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro, se esquivou da responsabilização sobre ataques cometidos por seus apoiadores - FOTO: Foto: Mauro Pimentel / AFP
Leitura:

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, cometeu um ato falho na entrevista à rádio CBN, veiculada na noite desta quinta-feira (11). Ao fazer um discurso contra os votos de pessoas que cometem violência contra adversários dele, Bolsonaro disse que ele é vítima do clima de polarização do País. "Sou vítima daquilo que prego", afirmou.

O candidato voltou a se esquivar da responsabilização dele sobre ataques que teriam sido cometidos por apoiadores dele, como o assassinato do mestre de capoeira Moa do Katendê.

"Quem levou a facada foi eu"

"Foram 48 milhões de pessoas que votaram em mim, você quer que eu me responsabilize por elas?", questionou. "Me desculpa, quem levou a facada foi eu. Lamento isso aí (atos de violência). Condenar, condeno sim."

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias