segundo turno

Vídeo de Huck viraliza nas redes sociais de apoiadores de Bolsonaro

O apresentador afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais, que Bolsonaro tem uma ''chance de ressignificar a política'' no Brasil

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 26/10/2018 às 14:04
@lucianohuck via Instagram
O apresentador afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais, que Bolsonaro tem uma ''chance de ressignificar a política'' no Brasil - FOTO: @lucianohuck via Instagram
Leitura:

O apresentador de TV Luciano Huck afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais no dia 20 de outubro, que Jair Bolsonaro (PSL) tem uma "chance de ressignificar a política" no Brasil. Huck chegou a ser cotado como presidenciável, mas desistiu da disputa no início do ano. Nessa quinta-feira (25), o vídeo viralizou nas redes sociais de apoiadores de Bolsonaro.

"Não sou a favor de nenhum candidato, pelo amor de Deus. Vou explicar de novo, tá? Eu fiz uma análise ao longo da semana da minha opinião sobre as duas candidaturas, os dois problemas que eu vejo nelas. No PT, eu jamais votei e jamais vou votar. Isso é fato. O Bolsonaro, de novo, não estou falando que... eu levantei os problemas (de Bolsonaro) e acho, sim, que as pessoas podem amadurecer. É o que eu estou falando. Vamos ver o que vai fazer. (Ele) tem uma chance de ouro, né? De ressignificar a política no Brasil." Ao comentar a pergunta de um eleitor de Bolsonaro, ele desejou ao candidato do PSL um "bom governo", se eleito.

Em outro ponto, Huck repete: "Eu não voto no PT, eu nunca votei no PT e eu não vou votar no PT. Vamos deixar isso claro para começar. Mas também achava que a candidatura do Bolsonaro tem uma série de coisas que tinham que ser revistas, pensadas, como acabei de falar. Pontos muitos importantes de um discurso, bicho, que eu não concordo."

Empréstimo do BNDES

No vídeo, o apresentador também deu explicações sobre empréstimo do BNDES para a compra de um avião. Huck afirmou que usou linha de crédito oferecida pela Embraer que fazia parte de programa de incentivo para a indústria nacional. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias