demissão

Teixeira: Jobim 'dá sinais de cansaço, de querer sair'

Segundo líder do PT na Câmara, Paulo Teixeira, mostra falta de identidade com o governo

Lorena Tapavicsky
Lorena Tapavicsky
Publicado em 04/08/2011 às 15:34
Leitura:

BRASÍLIA - O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Teixeira (SP), disse nesta quinta-feira (4) que o ministro da Defesa, Nelson Jobim, "dá sinais de cansaço, de querer sair" do governo Dilma. O parlamentar comentava as mais recentes declarações do ministro, feitas à revista Piauí.

Jobim teria chamado a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, de fraquinha e dito que a ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann, sequer conhece Brasília. Além disso, na entrevista, Jobim relatou uma conversa com a presidente Dilma Rousseff sobre a ida do ex-deputado José Genoino para o Ministério da Defesa. Jobim disse que cabia a ele avaliar se Genoino seria útil na nova função.

"Se as declarações forem confirmadas, o ministro Jobim vai mostrando falta de identidade com o governo. As declarações cada vez mais polêmicas dificultam a convivência com os demais ministros e com a própria presidenta. É uma declaração constrangedora", afirmou Paulo Teixeira, que participa, no Rio, da reunião da Executiva Nacional do PT. Pela manhã, os petistas analisaram os resultados de uma pesquisa de opinião feita em todo o País em que, entre outros temas, foi avaliado o governo Dilma.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias