RECUPERAÇÃO

Lula quer voltar aos comícios já em março, diz Garibaldi

"Em março, se prepare que eu já vou estar fazendo comício", disse Lula

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 13/12/2011 às 10:25
Leitura:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já espera voltar em março às atividades políticas, inclusive participando de comícios. A informação é do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, que visitou Lulana segunda-feira (12)  no Hospital Sírio-Libanês, após exames detectarem que o câncer na laringe do ex-presidente regrediu em 75% do seu tamanho inicial. "Em março, se prepare que eu já vou estar fazendo comício", disse Lula, segundo Garibaldi.

O ministro voltou nesta terça (13) pela manhã ao Sírio-Libanês, onde seu pai também está internado. Garibaldi disse que Lula ficou eufórico com a informação de que as sessões de quimioterapia tiveram resultado acima do esperado pela equipe médica. "O ex-presidente está eufórico, claro, com a regressão do tumor", afirmou Garibaldi. "Ele ganhou mais uma batalha, e eu acho que é a principal, que foi a batalha da saúde."

Na visita, o ministro disse que conversou com o ex-presidente sobre política e assuntos da administração federal. Lula lembrou segundo Garibaldi, que a presidente Dilma Rousseff comanda atualmente a apreciação do projeto de previdência complementar para o servidor público, enviado ao Congresso pelo petista em 2007.

De acordo com o ministro, Lula disse que deixará o hospital hoje. O ex-presidente foi internado ontem pela manhã, realizou exames que detectaram a regressão do tumor e iniciou à noite a terceira e última sessão de quimioterapia prevista no tratamento. Nesta manhã, recebeu hidratação intravenosa. A expectativa é de que saia do hospital no início da noite.

Em coletiva de imprensa realizada ontem, o oncologista Paulo Hoff ressaltou que a recuperação no tratamento contra o câncer varia de paciente para paciente, mas a expectativa é mesmo de que Lula tenha condições de retornar às atividades públicas em março.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias