Rumo a 2012

Para João Paulo, muita água ainda passará sob a ponte

Durante encontro com a Comissão de Mobilidade da Alepe, deputado afirma que ainda falta muito tempo até que a legenda defina a estratégia para a disputa pela PCR

Márcio Didier
Márcio Didier
Publicado em 13/12/2011 às 0:15
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Durante encontro com a Comissão de Mobilidade da Alepe, deputado afirma que ainda falta muito tempo até que a legenda defina a estratégia para a disputa pela PCR - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

“Muita água ainda vai passar debaixo da Ponte Duarte Coelho, que nós recuperamos.” Assim o deputado federal João Paulo (PT) avaliou o posicionamento do PT para a eleição de 2012 no Recife. Sem fugir da referência à mobilidade, tema da reunião que teve ontem com a Comissão de Mobilidade Urbana da Assembleia Legislativa do Estado Pernambuco (Alepe), João Paulo destacou que ainda falta muito tempo para que o partido defina a sua estratégia para tentar garantir mais quatro anos à frente da Prefeitura do Recife.

Dando continuidade à agenda de visitas aos ex-prefeitos da cidade, a comissão foi ontem ao escritório de João Paulo, no Recife, para debater a questão da mobilidade urbana. Ele destacou as obras que realizou para melhoria do tráfego na cidade – como a construção do Corredor Leste Oeste e a primeira etapa da Via Mangue – e insistiu que mais do obras, é preciso uma mudança de paradigma. “Se não houver um novo paradigma, teremos um colapso total em nossa cidade”, afirmou.

Entre as iniciativas que devem ser pensadas para o Recife no que se refere a mobilidade, o deputado destacou a necessidade do tema não ficar restrito ao município, mas abraçado também pelo governo estadual e federal. João Paulo, inclusive, já solicitou audiência com a presidente Dilma Rousseff (PT) para viabilizar a aprovação do projeto que prevê a instituição da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PLC 166/2010), de autoria do ex-deputado Alberto Goldman (PSDB-SP). O petista também defende a criação de uma secretaria específica para o trânsito. “Acho que ela poderia sim cumprir um papel importante.”

Questionado sobre o papel que a gestão João da Costa (PT) vem desempenhando para a melhoria da mobilidade no Recife, João Paulo evitou polemizar. “Não tenho acompanhado essas ações. Estou voltado para o meu mandato parlamentar e não acho que essa seria uma tarefa minha. O meu papel, eu cumpri.” Também destacou a sua atual indisposição para antecipar o debate eleitoral de 2012. “O PT só vai definir a sua estratégia em março. Não sou eu que vou definir, é o partido”, esquivou-se.

A reunião foi marcada como mais um encontro entre João Paulo e o deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB), presidente da Comissão de Mobilidade Urbana da Alepe. Eles subiram juntos o Morro da Conceição, no dia da santa, 9 de dezembro, e frenquentemente têm marcado reuniões para debater mobilidade. Essa proximidade, segundo João Paulo, não tem motivação eleitoral. “Vamos nos encontrar quantas vezes forem necessárias. Ele (Costa Filho) preside a comissão da mobilidade, tema que estou tratando na Câmara. Isso está nos aproximando”, explicou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias