Cargo

Edison Lobão diz que Dilma o quer de volta ao Senado

Ministro de Minas e Energia afirmou que Dilma o quer como o presidente da Casa

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 19/06/2012 às 14:20
Foto: Elza Fiúza / ABr
Ministro de Minas e Energia afirmou que Dilma o quer como o presidente da Casa - Foto: Elza Fiúza / ABr
Leitura:

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, informou nesta terça (19) durante um evento paralelo à Conferência das Nações Unidas, Rio+20, que a presidenta Dilma Rousseff o quer de volta ao Senado e como presidente da Casa.

"Saí da cadeira de senador e voltaria como presidente. É claro que é positivo” disse antes de afirmar que só sai do ministério por ordem de Dilma.

Lobão participou nesta manhã da abertura do evento Energias Renováveis para o Desenvolvimento Sustentável, no Forte de Copacabana, zona sul do Rio.

Ministro desde 2008, na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, Lobão é senador pelo PMDB. O atual presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), encerra seu mandato em fevereiro de 2013. Caberá ao PMDB, maior bancada na Casa, a escolha do sucessor de Sarney que, em diversos pronunciamentos, já disse que este será seu último mandato.

O regimento interno define que cabe ao partido com o maior número de senadores eleitos no último pleito a escolha para o cargo. O PMDB tem 20 senadores.

Em geral, a bancada peemedebista deixa para o início de dezembro as discussões internas do nome que será indicado para a presidência do Senado. Quando não consegue a unanimidade da bancada, os senadores peemedebistas colocam em votação os nomes apresentados como postulantes.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias