são paulo

Haddad espera decisão do PSB sobre Erundina

Pré-candidato do PT aguarda um posicionamento de Eduardo Campos sobre a permanência de Luiza Erundina em sua chapa

Allan Nascimento
Allan Nascimento
Publicado em 19/06/2012 às 18:39
Elza Fiúza / ABr
Pré-candidato do PT aguarda um posicionamento de Eduardo Campos sobre a permanência de Luiza Erundina em sua chapa - Elza Fiúza / ABr
Leitura:

O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad disse nesta terça (19) à tarde que está aguardando um telefonema do presidente nacional do PSB, governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sobre a manutenção do nome da deputada federal Luiza Erundina em sua chapa. Segundo Haddad, Campos lhe garantiu que o PSB estará na coligação independente da permanência de Erundina como vice.

"O Eduardo Campos disse que em qualquer hipótese estará conosco" disse em visita à região da sub prefeitura do Aricanduva, na zona leste de São Paulo. Para o pré-candidato, quem deve resolver o problema neste momento é o PSB, já que o partido indicou o nome de Erundina. "Quem tem de encontrar uma solução para esta questão é o Partido Socialista Brasileiro."

Haddad revelou que conversou com Erundina segunda à noite (18) e que ela repetiu para ele a insatisfação manifestada à imprensa. "Ela disse que estava com essa preocupação grande em função do histórico dela. No passado remoto e que aquilo tudo a incomodava muito", contou. De acordo com Haddad, o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, havia informado Erundina sobre a possibilidade real do PP, do deputado federal Paulo Maluf, integrar a coligação. Haddad voltou a defender a política de alianças do PT que vem negociando apoio dos partidos da base do governo Dilma Rousseff. "Tenho responsabilidade com a melhoria da qualidade de vida do paulistano. Eu sei que não posso contar só com o meu partido, tenho que contar com outras forças que gostam da cidade e que compõe a base de sustentação do governo Dilma", justificou.

Segundo Haddad, sua campanha faz "aliança com partidos com base em critérios" e que a entrada do PP em sua chapa não muda o conteúdo programático de suas propostas.

Haddad afirmou ainda que o PSB está avaliando a possibilidade de Erundina deixar de ser vice em sua chapa. "Vou respeitar qualquer que seja a decisão, mas o meu diálogo é com os partidos políticos", ressaltou.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias