política

Alckmin e Aécio reúnem-se para selar paz no PSDB

Para mostrar que as coisas andam bem entre os tucanos, Alckmin disse ter convidado Aécio para participar de um seminário organizado pelo partido em São Paulo na segunda-feira

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 19/03/2013 às 16:53
Leitura:

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o senador Aécio Neves terminaram uma conversa nesta terça-feira (19), realizada no gabinete do senador no Congresso. Os tucanos, que estiveram reunidos por meia hora, trabalham para estabelecer a paz no PSDB especialmente entre as alas mineiras e paulistas.

Para mostrar que as coisas andam bem entre os tucanos, Alckmin disse ter convidado Aécio para participar de um seminário organizado pelo partido em São Paulo na segunda-feira. "Pedi ao Aécio para chegar meia hora antes, para ir ao Palácio dos Bandeirantes, para conversarmos e depois irmos juntos para o evento", disse o governador.

Segundo Aécio, as conversas no partido estão indo bem. Nesta segunda-feira à noite ele teve uma conversa de três horas com José Serra. "Foi uma conversa ótima", disse Aécio. Segundo ele, Serra disse estar vivendo a fase pós-eleição e que está reconstruindo a vida profissional e pessoal. Eles ficaram de ter mais conversas. Aécio destacou que o PSDB paulista vai ter um papel fundamental no projeto de governo tucano. "As coisas estão caminhando a seu tempo. Cada um tem sua forma de caminhar", afirmou o senador.

Aécio ainda enfatizou que não há "nenhuma possibilidade" de o Serra sair do partido, que o papel dele é no PSDB e que ele (Serra) terá sempre esse papel fundamental no partido.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias