mensalão

Fuga é vergonha para PT, diz líder do partido na Câmara

Vicentinho afirmou que a atitude de Pizzolato atrapalha o discurso do partido no caso do mensalão

Da AE
Da AE
Publicado em 07/02/2014 às 8:08
Leitura:

O líder do PT na Câmara, Vicentinho (SP), afirmou nesta quinta-feira (6) que a fuga do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato causa “vergonha e constrangimento” ao PT. “Estou comparando a situação dele com as dos outros, quando foge parece que você está assumindo a culpa é um sentimento de vergonha e constrangimento que fica para a militância do PT”, disse o líder da sigla.

Vicentinho afirmou que a atitude de Pizzolato atrapalha o discurso do partido no caso do mensalão. “Estamos defendendo a tese da inocência, combatendo o que foi feito no julgamento, então ele não tinha que ter fugido, tinha que ter ficado aqui junto com os outros fazendo o debate.”

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias