Eleições

Jarbas critica declaração de Paulo Câmara sobre a candidatura de Aécio Neves

Em entrevista publicada hoje pelo jornal O Globo, Paulo Câmara disse que via em Aécio uma possibilidade de melhorar o país, mas que o tucano não era a ?candidatura ideal, nunca foi?

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 15/10/2014 às 13:50
Leitura:

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) criticou a declaração do governador eleito Paulo Câmara (PSB) sobre a candidatura do presidenciável Aécio Neves (PSDB), que afirmou não ver no tucano o nome ideal para os socialistas. O peemedebista, em entrevista hoje pela manhã à Rádio Jornal, afirmou que não é momento de discutir se Aécio é ou não o melhor quadro, mas de “cerrar fileiras” em torno de um projeto de mudança para o Brasil.

 

Em entrevista publicada hoje pelo jornal O Globo, Paulo Câmara disse que via em Aécio uma possibilidade de melhorar o país, mas que o tucano não era a “candidatura ideal, nunca foi”. Integrante de um partido que faz parte do governo petista, ocupando inclusive a cadeira de vice-presidente com Michel Temer, Jarbas - eleito deputado federal como o terceiro mais votado do Estado (227.470 votos) - sempre se colocou contrário aos governos petistas, e foi o primeiro parlamentar a tornar público o apoio, após as primeiras pesquisas de boca de urna apontarem Aécio como o nome que enfrentaria Dilma em um segundo turno.

 

Para Jarbas, as acusações de Dilma de que o desemprego e a inflação iriam aumentar em um governo tucano não são verdadeiras, já que os números baixos da economia em 2014 levarão, o país, independente do governo que assumir, a ter um 2015 nebuloso.

 

"Uma economia que irá crescer menos de 1% leva para baixo o emprego junto. A inflação não é controlada por Dilma. Ela não é uma corrupta, mas é sitiada pela corrupção e faz uma política do toma-lá-dá-cá", acusou, citando o exemplo de Marina Silva (PSB), candidata derrotada no primeiro turno e que anunciou apoio a Aécio: "Ela não pediu nenhum cargo para fazer isso, diferente da troca que houve para a formação da grande base de apoio da candidatura de Dilma."


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias