DIA DO EXÉRCITO

Temer e Moro se encontram em Brasília mas não falam sobre Lava Jato

Ambos foram condecorados durante evento em homenagem ao Exército braisleiro

JC Online
JC Online
Publicado em 19/04/2017 às 14:34
Foto: Agência Brasil
Ambos foram condecorados durante evento em homenagem ao Exército braisleiro - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

O presidente Michel Temer encontrou o juiz da Lava Jato Sérgio Moro na manhã desta quarta-feira (19), em Brasília. No dia do Exército, ambos foram condecorados com a medalha de Honra do Mérito Militar, agraciação ofertada a quem tenha prestados serviços relevantes à população brasileira. Outro homenageado também foi o apresentador Luciano Huck e os ministros do STF Edson Fachin e Luís Roberto Barroso.

De acordo com informações do Jornal Folha de São Paulo, Temer apenas cumprimentou Moro e não conversou com ele sobre qualquer assunto, inclusive a Lava Jato. Durante toda a solenidade, os dois não sentaram próximos e o presidente foi embora antes do magistrado.

O evento foi marcado pelo discurso do general Eduardo Villas Bôas, que afirmou que o País passa por uma "aguda crise moral", expressa, segundo ele, "em incontáveis escândalos de corrupção", que "comprometem o futuro" do Brasil.

Lava Jato

Sérgio Moro é o juiz responsável pelas investigações da Lava Jato na primeira instância judicial, em Curitiba. Mesmo que Michel Temer fosse investigado pela operação, o caminho dos dois não se cruzariam pelo fato do presidente possuir foro privilegiado.

Justamente por ser presidente, Michel Temer, que foi citado nas delações da Odebrecht, não está relacionado na lista do ministro Edson Fachin. As denúncias contra ele, que poderiam resultar na abertura de pelo menos 2 inquéritos, apontam para irregularidades cometidas antes do mandato, o que impede o julgamento enquanto ocupante do Palácio do Planalto.

 

Últimas notícias