Crise

Jungmann também deve devolver ministério a Temer

Ministro da Defesa só estaria esperando a indicação do substituto pelo presidente Temer

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 18/05/2017 às 16:59
JC Imagem
Ministro da Defesa só estaria esperando a indicação do substituto pelo presidente Temer - FOTO: JC Imagem
Leitura:

Os ministros do PPS estão deixando o governo Temer. O diretório nacional do partido esperava a renúncia do presidente da República, que acabou não acontecendo nesta tarde de quinta-feira (18/05). Roberto Freire, ministro da Cultura, já confirmou a saída. Raul Jungmann, da Defesa, deve esperar a indicação de um substituto pelo presidente, informam fontes de Brasília.

O PPS elabora neste momento uma carta com as explicações. Ao deixar o cargo, Jungmann deve voltar à Câmara dos Deputados.
Também é esperada para esta quinta-feira a entrega oficial de cargo de outro ministro pernambucano, Bruno Araújo (PSDB). A bancada tucana na Câmara dos Deputados já havia pedido a saída do PSDB do governo. As cartas de demissão de Bruno Araújo e de Aloysio Nunes já estão prontas.

As denúncias envolvendo o presidente Michel Temer em escândalo de corrupção deixaram a situação insustentável e diferentes partidos que integram o governo estão começando a abandonar. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias