Manifestações

Assim como Temer, Dilma recorreu aos militares nos protestos, em 2013

Temer solicitou a presença do Exército nessa quarta-feira. Forças Armadas fazem a proteção do Palácio do Planalto até o fim do mês

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 25/05/2017 às 8:18
Foto: Marcelo Casal Jr/ABr
Temer solicitou a presença do Exército nessa quarta-feira. Forças Armadas fazem a proteção do Palácio do Planalto até o fim do mês - Foto: Marcelo Casal Jr/ABr
Leitura:

Ainda em 2013, a ex-presidente Dilma Rousseff solicitou a presença dos militares para proteção do Palácio do Planalto e dos ministérios, assim como fez o atual presidente Michel Temer nessa quarta-feira (24).

Naquele ano, Dilma recorreu aos militares depois dos protestos que tomaram a Esplanada dos Ministérios, em 20 de junho, em Brasília.

Celso Amorim, ministro da Defesa na época, assinou a portaria 3.461 em dezembro do mesmo ano. O documento regulamenta a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que convoca as Forças Armadas para manutenção da segurança pública.

Outras vezes que a GLO foi usada

Em outras situações a GLO também foi convocada, como nos eventos esportivos sediados no Brasil, a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada, em 2016.

Os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte também já recorreram a presença do Exército em situações de emergência.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias