Investigação

Auditoria não encontra indícios de corrupção de Lula na Petrobras

A KMPG analisou as contas da estatal no período entre final de 2006 e final de 2011

JC Online
JC Online
Publicado em 30/05/2017 às 11:33
Foto: Instituto Lula
A KMPG analisou as contas da estatal no período entre final de 2006 e final de 2011 - FOTO: Foto: Instituto Lula
Leitura:

Em auditoria independente realizada pela empresa KMPG foi informado ao juiz da Operação Lava Jato Sérgio Moro que indícios de corrupção do ex-presidente Lula na Petrobras não foram descobertos.

A KMPG analisou as contas da estatal no período entre 31/12/2006 e 31/12/2011.

“Em resposta ao ofício supra, a KPMG Auditores Independentes vem, respeitosamente, à presença de V.Exa, esclarecer que, durante a realização de auditoria das demonstrações contábeis da Petrobras, que abrangeu os exercícios sociais encerrados no período de 31.12.2006 e 31.12.2011, efetivada por meio de procedimentos e testes previstos nas normas profissionais de auditoria, não foram identificados pela equipe de auditoria atos envolvendo a participação do ex-presidente da república, Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, na gestão da Petrobras que pudessem ser qualificados como representativos de corrupção ou configurar ato ilícito”, comunicou a empresa.

Outra auditoria

A PricewarerhouseCoopers, outra empresa responsável por auditorias, fez uma vistoria entre os anos de 2012 e 2016 e também relatou que nada relacionado a atos de corrupção do ex-presidente foi encontrado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias