PT

Agnaldo Timóteo vai se filiar ao PT para ser 'soldado de Lula'

Cantor e ex-vereador de São Paulo (2004-2008), Agnaldo Timóteo já passou pelo PP, PR e atualmente está no PMDB

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 07/08/2017 às 15:23
Divulgação
Cantor e ex-vereador de São Paulo (2004-2008), Agnaldo Timóteo já passou pelo PP, PR e atualmente está no PMDB - FOTO: Divulgação
Leitura:

O cantor e ex-vereador Agnaldo Timóteo (PMDB) irá se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) para atuar como defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com informações do Jornal O Globo, Agnaldo pretende se candidatar ao mandato de deputado federal pelo estado de São Paulo ou Minas Gerais, caso Lula esteja elegível para concorrer as eleições presidenciais em 2018. 

"Eu quero ir para o PT como soldado do Lula. Eu não sou PT, eu sou "Lula Futebol Clube", disse o cantor. Segundo a coluna de Alcelmo Gois, a filiação será no dia 13 de setembro. 

Timóteo foi eleito vereador de São Paulo pelo PP em 2004 e depois mudou para o PR. Pelo PMDB, tentou a eleição para vereador pelo Rio de Janeiro (RJ) em 2016, mas não consegui se eleger. 

"Na minha campanha o PMDB me ignorou aqui no Rio de Janeiro. O partido não colocou R$ 1 na minha conta. Não consegui falar com o (Jorge) Picciani (presidente estadual do PMDB) uma vez. Foi uma coisa horrorosa", contou. 

Moro e Bolsonaro

Em entrevista ao Programa do Porchat no mês de maio, o cantor criticou o juiz Sérgio Moro. “Foi profundamente, absurdamente parcial. Fez de tudo para esconder adversários do Partido dos Trabalhadores”, disse o cantor. Agnaldo também defendeu o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC). “Somos amigos pessoais, sem a menor dúvida é um homem de conduta irretocável, mas é preciso que nós informemos ao Jair: ninguém governa sozinho”, contou. 

Últimas notícias