Bolsonaro

'Livres', ala do PSL, anuncia saída após filiação de Bolsonaro

No texto, publicado nesta sexta (05) em sua página de Facebook, o grupo disse que recusa a reciclagem do passado e a "velha política de aluguel"

Duda Lapenda
Duda Lapenda
Publicado em 05/01/2018 às 17:59
Guga Matos/JC Imagem
No texto, publicado nesta sexta (05) em sua página de Facebook, o grupo disse que recusa a reciclagem do passado e a "velha política de aluguel" - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

O “Livres”, corrente dentro do Partido Social Liberal, informou nesta sexta-feira (05), em sua página no Facebook, a saída do partido. No texto, o grupo diz que o motivo é a chegada do deputado Jair Bolsonaro, que será candidato pela legenda. Segundo o Livres, a negociação da candidatura foi feita “à revelia dos nossos acordos, é inteiramente incompatível com o projeto do Livres de construir no Brasil uma força partidária moderna, transparente e limpa”.

 Bolsonaro veio ao Recife, nesta sexta (05), para um encontro com o presidente Nacional do PSL, o deputado federal Luciano Bivar (PE), para fazer um acordo sobre a filiação de Jair ao partido. No dia 21 de dezembro, a Executiva Nacional do PSL rechaçou qualquer possibilidade de filiação de Bolsonaro. A nota afirmava que ele não representava os ideais do partido.

O documento com a confirmação da chegada de Bolsonaro ao PSL foi divulgado pela Folha de São Paulo:

 

 

No texto, o Livres disse que recusam a reciclagem do passado, se referindo às idéias de Jair Bolsonaro, que eles denominam “velha política de aluguel”. Eles afirmam que “Nosso compromisso não é com a popularidade das pesquisas da semana passada, mas com a população de um país que exige transformação da política partidária”.

Leia a nota na íntegra:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias