PT e PSB

Em meio a aproximação entre PT e PSB, Paulo se encontra com Lula em São Paulo

Encontro ocorreu na sede do Instituto Lula, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (15)

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 15/02/2018 às 20:32
Foto: Reprodução / Facebook
Encontro ocorreu na sede do Instituto Lula, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (15) - FOTO: Foto: Reprodução / Facebook
Leitura:

O governador Paulo Câmara (PSB) se reuniu na tarde desta quinta-feira (15) com o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) no Instituto Lula, em São Paulo. Também participaram do encontro a ex-primeira dama Renata Campos, o chefe de gabinete do Governo, João Campos, a presidente do PT, Gleisi Hoffman (PT) e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). A informação oficial é que o encontro foi uma retribuição à visita de Lula a casa de Renata em agosto de 2017 e a entrevista concedida pelo petista à Rádio Jornal na semana passada.

Na entrevista em questão, Lula deixou em aberto um espaço para um entendimento entre as duas siglas. Principal líder petista, ele afirmou que o PT precisa pensar se quer continuar brigando com um possível aliado capaz de construir um programa para Pernambuco ou disputar sozinho uma eleição "sem fazer aliança com ninguém".

O PT, PSB estão junto com o PSOL, PDT, PSOL, PCdoB na criação de uma frente suprapartidária e irão lançar no próximo dia 20 de fevereiro o Manifesto "Unidade para reconstruir o Brasil".

Conversas

"Conversamos sobre o Brasil, sobre os desafios que temos para fazer o País voltar a crescer, principalmente para gerar empregos para o nosso povo, em especial os nordestinos, tão afetados pela atual crise", disse Paulo em sua página no Facebook. 

Já na página do Facebook de Lula, ele afirma que o encontro teve como tema o "cenário político brasileiro" e a "responsabilidade do PT e do PSB com o futuro do país". 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias