Segurança Pública

Jungmann diz que 'no máximo três Estados' pediram Forças Armadas

O ministro não quis falar quais Estados solicitaram o uso das Forças Armadas ''para não ser injusto''

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 01/03/2018 às 17:15
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ministro não quis falar quais Estados solicitaram o uso das Forças Armadas ''para não ser injusto'' - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que na reunião com governadores, nesta quinta-feira (1°), "não foi falado em intervenção" em outros Estados, mas que alguns entes pediram reforço das Forças Armadas na segurança. "Não foi falado em intervenção. Foi pedido presença de Forças Armadas e eu me opus fortemente lembrando que segurança se resolve com a segurança e não com a defesa", afirmou o ministro.

Jungmann não quis falar quais Estados solicitaram o uso das Forças Armadas "para não ser injusto", mas disse que foram "no máximo três". O ministro disse ainda que houve "unanimidade" dos governadores no apoio à criação do Ministério da Segurança.

Linha de financiamento do BNDES

Jungmann disse ainda que o principal anúncio da reunião foi a oferta da linha de financiamento do BNDES. Ele, no entanto, não quis comentar sobre o fato de muitos governadores não terem ficados satisfeitos com a linha de crédito.

Segundo uma fonte do Planalto que participou da reunião, alguns governadores reiteraram que o governo precisava investir e não emprestar, mas o presidente Michel Temer lembrou que a União está fazendo a sua parte e que ainda continua sendo um dever constitucional dos Estados o cuidado com a segurança pública.

Últimas notícias