APOIO

Impedidos de visitar Lula, governadores deixam carta para o petista

A comitiva, da qual faz parte o governador Paulo Câmara (PSB), foi à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde Lula está preso

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 10/04/2018 às 15:54
Foto: Reprodução / Twitter
A comitiva, da qual faz parte o governador Paulo Câmara (PSB), foi à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde Lula está preso - FOTO: Foto: Reprodução / Twitter
Leitura:

Governadores do Nordeste e mais os governadores do Acre e Amapá deixaram uma carta, nesta terça-feira (8), a ser entregue ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A comitiva, da qual faz parte o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista cumpre pena. Eles tentaram visitar o ex-presidente, mas o pedido foi negado. "Apesar da lei de execução penal garantir nossa visita, ela foi negada pela justiça. Nove governadores e três senadores estiveram presentes", afirma a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

A carta manuscrita afirma:

"Estimado presidente Lula, 

Estivemos aqui e sempre estaremos. Ao seu lado, firmes na luta.

Infelizmente, a Lei de Execução Penal não foi cumprida adequadamente e não podemos abraçá-lo pessoalmente.

Mas, por nosso intermédio, milhões de brasileiros e brasileiras estão solidários e sendo a sua voz por um Brasil justo, democrático, soberano e livre.

Lula livre!

Fortes e fraternos abraços"

Assinam a carta os governadores Paulo Câmara (PSB-Pernambuco), Camilo Santana (PT-Ceará), Renan Filho (MDB-Alagoas), Rui Costa (PT-Bahia), Flávio Dino (PCdoB-Maranhão), Ricardo Coutinho (PSB-Paraíba), Wellington Dias (PT-Piauí), Robinson Faria (PSD-Rio Grande do Norte) e Jackson Barreto (MDB-Sergipe), além de Tião Viana (PT-Acre) e Waldez Góes (PDT-Amapá). Outros políticos, como o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), também assinam a mensagem.

Gleisi compartilhou a carta; confira:

Últimas notícias