procurados

Sergio Moro divulga lista e fotos dos criminosos mais procurados do Brasil

O banco com os nomes foi construído a partir de informações dos estados, além de dados públicos

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 30/01/2020 às 16:08
Notícia
Foto: Reprodução
O banco com os nomes foi construído a partir de informações dos estados, além de dados públicos - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, pasta do ministro Sergio Moro, divulgou, na tarde desta quinta-feira (30), a Lista de Procurados Nacionalque divulga os criminosos mais procurados do país. 

Publicada no site do ministério, a lista tem 26 nomes, sendo 25 homens e uma mulher. Eles são apontados como lideranças criminosas com atuação nacional e eventualmente internacional.

>> Pernambucano de Cabrobó na lista com fotos dos criminosos mais procurados do Brasil

>> Igor Maciel: Sergio Moro e o ''xixi no poste'' da segurança

Entre os criminosos, está o pernambucano Edvaldo Silva Santos, 45 anos, natural de Cabrobó, município do Sertão de Pernambuco. Segundo a ficha publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, ele é conhecido como "Patrão" e é suspeito de ser um dos mentores da tentativa de roubo ao avião de transporte de valores, no aeroporto de Salgueiro, em 2018. 

>>> Moro lamenta resultado que coloca Brasil entre os piores no quesito corrupção

>>> Igor Maciel: Bolsonaro tem ciúme de Sergio Moro

O banco com os nomes foi construído a partir de informações dos estados e também dados públicos, fornecidos pelo Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e teve como foco criminosos condenados por agirem em mais de um estado.

A análise seguiu 11 critérios, entre os quais estão a atuação interestadual e transnacional, rede de relacionamento, posição de liderança em organização criminosa violenta, capacidade financeira e outros. 

Segundo o Ministério da Justiça, a Lista possui caráter estratégico para o enfrentamento às organizações criminosas do país.

Além de fotos, nomes e apelidos dos criminosos, a lista conta ainda com números de RG e CPF, área de atuação criminosa, crimes que cometeu ou que é suspeito de cometer e número e link de acesso para o mandado de prisão.

Atualização da lista 

O Ministério afirmou que a lista dos procurados foi elaborada pela Coordenação-Geral de Combate ao Crime Organizado da Diretoria de Operações da Secretaria de Operações Integradas – Seopi/MJSP.

A lista será atualizada mensalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. A população também pode fazer denúncias e fornecer informações por meio dos números do Disque-Denúncia das Secretarias de Segurança Pública dos Estados-membros. 

Holofotes em Moro

A publicação da lista acontece na mesma semana em que o nome de Sergio Moro voltou a estar em evidência. Na última segunda-feira (27), o ministro deu entrevista ao Programa Pânico, da rádio Jovem Pan e afirmou que não há motivo para sair do governo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A fala de Moro se deu após o próprio Bolsonaro tentar apaziguar apoiadores do governo e o ambiente político em Brasília, que repercutiam a possibilidade de desmembramento da pasta de Moro. A ideia era deixar a Justiça com o ex-juiz da Lava Jato e recriar o Ministério da Segurança Pública. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias