Sem pernambucanos

Igor Maciel: Pernambuco deve ficar sem líderes partidários em 2020

Caso Danilo Cabral (PSB) não assuma a liderança do partido (ele não é favorito), apenas Fernando Bezerra continua líder entre os pernambucanos, mas do Governo e não do MDB

Igor Maciel
Igor Maciel
Publicado em 05/02/2020 às 12:50
Artigo
Foto: ABr
Caso Danilo Cabral (PSB) não assuma a liderança do partido (ele não é favorito), apenas Fernando Bezerra continua líder entre os pernambucanos, mas do Governo e não do MDB - FOTO: Foto: ABr
Leitura:

Pela primeira vez em 15 anos o colégio de líderes do Congresso Nacional corre o risco de ficar sem nenhum parlamentar de Pernambuco à frente dos partidos. Até o ano passado, Humberto Costa era líder do PT no Senado, Tadeu Alencar liderava o PSB na Câmara, André Ferreira o PSC e Augusto Coutinho estava à frente do Solidariedade.

Todos deixam o posto com o reinício das atividades esta semana. Havia ainda a expectativa para que Daniel Coelho (Cidadania) assumisse a liderança do partido este ano também, mas não se concretizou. O único que ainda tem chances é Danilo Cabral (PSB), mas a tendência é que Alessandro Molon, do Rio de Janeiro, assuma a liderança dos socialistas no lugar de Tadeu Alencar.

Só FBC

Se isso for confirmado, de pernambucano sobra apenas o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que integra o colegiado mas não representa o partido, é líder do Governo Bolsonaro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias