Crise na Frente

Odacy diz que ingresso no PT não altera sua postura política

Deputado estadual não cede às pressões e confirma troca do PSB pelo PT

Ciro Carlos Rocha
Ciro Carlos Rocha
Publicado em 04/10/2011 às 12:17
Leitura:

Em meio a uma crise aberta entre PSB e PT na Frente Popular de Pernambuco, coligação liderada pelo governador Eduardo Campos (PSB), o deputado estadual Odacy Amorim divulgou nota nesta terça-feira (4) confirmando que deixa a legenda socialista para entrar no PT, sigla pela qual planeja disputar a Prefeitura de Petrolina em 2012. Sua entrada, costurada pela também deputada estadual (com base em Petrolina) Isabel Cristina, foi aprovada pela cúpula petista.

Na nota, Odacy evita polêmica - sua decisão vem sendo bastante criticada no PSB, especialmente pelo minstro Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) e seu filho, o deputado federal e também prefeiturável em Petrolina Fernando Filho - e assegura que a mudança não provocará alteração em sua atuação parlamentar, na bancada governista. Diz o texto:

"Saio do PSB, mas vou continuar com o meu mandato, contribuindo com o crescimento de Pernambuco, especialmente do interior do Estado, uma das metas do governador Eduardo Campos que tem tido uma atuação de destaque e reconhecimento nacional".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias