Justiça

Ideli espera julgamento "tranquilo" para réus do caso mensalão

O STF julgará 38 réus que constam dos autos do processo, entre eles José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no governo Lula

Juliana Regis
Juliana Regis
Publicado em 05/07/2012 às 11:49
Leitura:

A expectativa da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, é que o julgamento dos réus envolvidos no caso mensalão, pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), previsto para agosto ocorra “de forma tranquila e com base nos autos do processo e nas provas”. A ministra participou nesta quinta-feira (5) do programa de rádio Bom Dia, Ministro, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Mensalão foi o termo que se deu para as investigações conduzidas pela comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI), no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de um esquema de compra de votos de parlamentares pelo Executivo.

O STF julgará 38 réus que constam dos autos do processo, entre eles José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no governo Lula.

O julgamento começará no dia 2 de agosto. A informação foi confirmada pelo gabinete do presidente do STF, Carlos Ayres Britto. De acordo com a assessoria de Britto, os ministros entenderam que não era conveniente publicar uma edição extra do Diário da Justiça Eletrônico para dar tempo de começar o julgamento no prazo previsto anteriormente.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias