belo horizonte

Movimentos se reúnem para limpar prédio de Cármen Lúcia

Local foi vandalizado por manifestantes pró-Lula

Diogo Menezes
Diogo Menezes
Publicado em 07/04/2018 às 21:16
Foto: AFP
Local foi vandalizado por manifestantes pró-Lula - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) e do Vem Pra Rua se reuniram para limpar a fachada do prédio onde a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, tem um apartamento, em Belo Horizonte.

Enrolados em bandeiras, eles usaram vassouras para tentar remover a tinta vermelha da calçada do imóvel pela manhã deste sábado, 7.

VANDALISMO

O grupo também colocou flores em frente ao apartamento da ministra. O edifício foi vandalizado nesta sexta-feira, 6, à tarde, por um integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Segundo o movimento, cerca de 450 sem-terra participaram da manifestação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias