Eleições

Dirceu expõe briga com PSB

Ex-ministro elege o governador Eduardo Campos como adversário do PT e conclama aliados a se unirem no Recife e Fortaleza

Bruna Serra
Bruna Serra
Publicado em 05/07/2012 às 1:02
Leitura:

Se ainda pairava no ar alguma dúvida de que o PT paulista, encabeçado pelo ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, elegeu o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, como adversário preferencial nestas eleições, ontem a verdade veio à tona. Em seu blog, Dirceu afirmou que o líder socialista se lança desde já na disputa presidencial de 2014, com a promoção de candidaturas próprias em Recife e Fortaleza. “Em Minas e em Pernambuco a estratégia traçada por seus líderes é a de tentar impedir o fortalecimento nacional do PT. Não conseguirão”, registrou ele, em referência às posturas do senador Aécio Neves (PSDB) e de Eduardo.

Homem de ferro do partido, Dirceu direciona os petistas a combater os candidatos do PSB no Recife e em Fortaleza, responsabilizando o partido pelo rompimento das alianças. “A diretriz é disputar com o PSB em relação a Elmano e a Humberto em Fortaleza e no Recife, capitais que o PSB, mesmo por razões distintas, decidiu romper a aliança histórica com o PT, coligação que elegeu e reelegeu os governadores do Ceará, Cid Gomes, e de Pernambuco, Eduardo Campos”, conclama Dirceu.

O petista afirmou, ainda, que é difícil explicar o quadro de desentendimento do PT com o PSB em Pernambuco. “Eu sei que Pernambuco é um caso mais difícil de entender, porque todos acompanharam e sabem que Eduardo Campos recebeu do ex-presidente Lula e de seu governo um apoio que jamais governador nenhum teve nas ultimas décadas no Brasil desde a redemocratização do país, em 1985”, reforçou Dirceu, para, em seguida, complementar: “Como não há explicação lógica e política para o rompimento das alianças em Fortaleza e no Recife, fica evidente a decisão de seus líderes, de enfraquecer o PT tentando retirar o partido do governo das duas capitais do Nordeste”, avalia.

Leia a matéria completa na edição desta quinta-feira do JC

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias