PESQUISA

Tendência de queda em todos os institutos

Apesar do questionamento ao IPMN, a tendência de queda de Humberto Costa é também apontada por Ibope e Datafolha

Gilvan Oliveira
Gilvan Oliveira
Publicado em 07/09/2012 às 6:34
Leitura:

Apesar de ter questionado judicialmente apenas o Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), a tendência de queda do candidato do PT, Humberto Costa, aparece nas pesquisas de intenção de voto feitas por todos os institutos de pesquisa que realizaram pelo menos mais de uma consulta nas eleições deste ano, a partir do início do período eleitoral, permitindo traçar a comparação.

No último dia três de setembro, o candidato petista aparecia com 25% na pesquisa feita pelo Ibope a pedido da Rede Globo, em parceria com o jornal Folha de Pernambuco. No comparativo com as outras consultas feitas pelo instituto, observa-se uma queda que vem desde o dia 16 de julho, quando, na primeira mostra do Ibope, Humberto apareceu com 40% das intenções de voto. Depois, o candidato marcou 35% no dia três de agosto e 32 % no dia 16 do mesmo mês.

Outro instituto que também foi às ruas nesta campanha foi o Datafolha, de São Paulo. Em duas consultas com cinco semanas de distância entre si, o candidato mostrou uma queda de 35% para 29% das intenções de voto.

A tendência se repete nos dados do IPMN, em que o candidato apareceu com 35,5% na primeira consulta, realizada no dia 13 de junho. Depois, figurou com 32,5% no dia dez de agosto e continuou caindo com 31,1% no dia 24 de agosto, até aparecer com o resultado atual de 26% que motivou o pedido de vista nos questionários e as críticas do candidato.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias