PSB

Vitória no 1º turno dá o tom em lançamento de programa de Geraldo

Candidato do PSB à PCR apresenta o seu programa de governo. Nos discursos, pedido de empenho à militância para conquistar a vitória no primeiro turno

Manoel Guimarães
Manoel Guimarães
Publicado em 28/09/2012 às 7:04
Foto: Andrea Rêgo Barros/Divulgação
Candidato do PSB à PCR apresenta o seu programa de governo. Nos discursos, pedido de empenho à militância para conquistar a vitória no primeiro turno - FOTO: Foto: Andrea Rêgo Barros/Divulgação
Leitura:

O lançamento do plano de governo do candidato do PSB, Geraldo Julio, que lotou o Clube Internacional na noite dessa quinta-feira, acabou se transformando num evento de comemoração às sucessivas pesquisas de intenção de voto que têm referendado a primeira colocação do socialista e aberto a hipótese de vitória já no primeiro turno da eleição. Os discursos, tanto do postulante quanto de seu principal cabo eleitoral, o governador Eduardo Campos (PSB), se deram nesse tom, convocando a militância para definir logo a disputa no primeiro turno.

“Nunca trabalhamos com a vitória no primeiro turno, mas as pesquisas começam a indicar essa possibilidade. Continuamos trabalhando com metas. Até agora, batemos todas. Chegamos na frente antes de iniciar o guia, mantivemos o primeiro lugar em todas as pesquisas desde então. Vamos fazer bonito no dia 7 de outubro”, afirmou Eduardo. “Se ganha eleição quando se ganha a campanha. Geraldo tem qualificado o debate e tem tido equilíbrio para, em meio aos embates eleitorais, manter a responsabilidade de conduzir a Frente”, destacou o senador Armando Monteiro Neto (PTB).

Geraldo agradeceu ao apoio que tem recebido e pediu para que a militância “mantenha a pisada” até o dia da eleição. “Estamos no meio da jornada e vamos continuar. Serão dez dias de muito trabalho até a eleição. Quem está acordando cedo e dormindo tarde, peço que agora acorde ainda mais cedo e vá dormir muito mais tarde. Deixa para dormir depois. Vamos à vitória”, pregou o candidato.

O plano de governo da Frente Popular do Recife, intitulado Um Novo Recife, foi distribuído no local. Segundo o coordenador do plano, Antônio Alexandre, em 90 dias, o processo rendeu 1.902 propostas vindas de 668 colaboradores. “Foi um processo muito rico, com os guerreiros da Frente Popular ocupando as ruas para mostrar que é possível pensar um novo Recife, repensar a cidade, a partir de cinco eixos estratégicos”, destacou Alexandre,

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira do JC

Últimas notícias