GUIA ELEITORAL

"Paz e amor" no fim do guia

Candidatos deixam ataques de lado no último programa, marcado pela emoção; ainda assim houve três direitos de resposta

Gilvan Oliveira
Gilvan Oliveira
Publicado em 04/10/2012 às 6:27
Leitura:

Diferentemente das últimas semanas, quando ataques e provocações tomaram o lugar da apresentação de propostas no horário eleitoral gratuito, o último guia veio em clima de paz e balanço da campanha, com os principais candidatos apostando no tom emocional para conquistar, nesse último momento, o voto do eleitor indeciso. O inusitado acabou ficando nos direitos de resposta, até então ausentes nesse pleito. Foram dois minutos para a Frente Popular do Recife, um no guia de Humberto Costa (PT) e outro no de Jair Pedro (PSTU), e mais um minuto que Daniel Coelho (PSDB) conseguiu no guia de Edna Costa (PPL).

A inserção da Frente Popular no tempo dos adversários, entretanto, não se defendeu de nenhum ataque específico e repetiu o mesmo vídeo nos dois momentos, argumentando que campanha eleitoral não serve para ataques e sim para apresentação de propostas e exaltando o currículo do seu candidato. Já Daniel Coelho contra-argumentou os ataques feitos pela candidata ao seu partido, o PSDB, exaltando a amplitude nacional e o histórico dos tucanos.

Leia mais na edição desta quinta-feira do Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias