CAMPANHA

Tucanos de olho no 2º turno

Na campanha de Daniel, já há quem vislumbre a hipótese de "aliança branca" com alas petistas, caso o tucano esteja no turno final

Gilvan Oliveira
Gilvan Oliveira
Publicado em 04/10/2012 às 6:47
Leitura:

Mesmo que por um objetivo específico, a recente aliança entre as coligações do PSDB e do PT – que moveram  petição conjunta na Justiça Eleitoral para evitar “abuso de poder econômico” no dia da eleição – pode ir além da questão pontual. Diante da possibilidade de um segundo turno entre Geraldo Julio (PSB) e Daniel Coelho (PSDB), comenta-se nos bastidores tucanos que o PT de Humberto Costa teria muita dificuldade em apoiar o socialista em virtude do acirramento que dominou a campanha. Dessa polarização, acreditam, o tucano poderia sair lucrando.

Sabe-se que o PT do prefeito João da Costa já tem lado neste cenário: o do socialista. Sabe-se mais ainda da indisposição entre o prefeito e o candidato do PT. Essa conjunção seria mais um fator da dificuldade do PT de Humberto em apoiar o PSB, segundo aliados do PSDB.

Leia mais na edição desta quinta-feira do Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias