Governo

Eduardo expõe desconforto com o governo Dilma

Diferenças eleitorais entre PT e PSB chegam à instância governamental

Ana Lúcia Andrade
Ana Lúcia Andrade
Publicado em 25/10/2012 às 18:22
Foto: Aloisio Moreira/SEI
Diferenças eleitorais entre PT e PSB chegam à instância governamental - FOTO: Foto: Aloisio Moreira/SEI
Leitura:

As diferenças eleitorais entre PSB e PT parecem ter chegado à esfera administrativa. O governador Eduardo Campos expôs publicamente nesta quinta-feira (25) seu desconforto com o tratamento que tem recebido do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Após uma reunião de monitoramento com vários secretários das ações do seu governo, Eduardo concluiu que falta agilidade nas intervenções do Palácio do Planalto no atendimento à Operação Seca.

Durante a reunião, Eduardo relatou várias das dificuldades que vem enfrentando nos projetos que tem parceria com o governo Dilma e sugeriu melhoria nos programas de complementação de renda.

“Precisamos levar o Bolsa Estiagem ao público do Garantia Safra, que está concluindo as cinco parcelas do benefício (de R$ 680) este mês. Assim, estaremos corrigindo falhas no cadastramento federal, que exclui alguns trabalhadores rurais de um ou outro programa”, cravou Eduardo.

Leia mais na edição do JC desta sexta-feira em Política e Cidades

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias