MUNICÍPIOS

A ajuda de Dilma contra a seca

Ministro Fernando Bezerra Coelho anuncia liberação, sem burocracia, de recursos da União para combater efeitos da seca, um contraponto ao Fundo Estadual às prefeituras anunciado por Eduardo

Carolina Albuquerque
Carolina Albuquerque
Publicado em 19/03/2013 às 6:05
Marcelo Soares/JC Imagem
Ministro Fernando Bezerra Coelho anuncia liberação, sem burocracia, de recursos da União para combater efeitos da seca, um contraponto ao Fundo Estadual às prefeituras anunciado por Eduardo - FOTO: Marcelo Soares/JC Imagem
Leitura:

Após ouvir um rosário de queixas dos prefeitos para enfrentar os problemas da seca, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), orientou os gestores dos municípios em situação de emergência a adquirir o Cartão de Pagamento da Defesa Civil, um instrumento desburocratizado para repasse de recursos federais. Com isso, o governo federal busca acalmar o sentimento de abandono dos prefeitos e faz uma frente aos festejados R$ 228 milhões liberados através da criação, em fevereiro, do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) pelo governador Eduardo Campos (PSB).

Frustrados pelo governo federal por duas vezes, há muito os prefeitos clamam por uma compensação ou ajuda financeira desburocratizada para enfrentar a estiagem, agravada pela queda da receita municipal em decorrência da política de desoneração de impostos.

Bezerra afirmou que a liberação do cartão aos municípios só foi incentivada agora porque o prognóstico é que a seca perdure por mais um ano. “Não foi anunciado antes porque tivemos um período eleitoral e as ações emergenciais que tomamos não podem ser desacreditadas. Num primeiro momento, a opção clara do governo foi celebrar as parcerias com os Estados. E também não esperávamos que pudéssemos conviver com outro ano seco”, justificou.

Leia mais na edição desta terça-feira do Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias