Governo

O governador como escudo do prefeito

Eduardo "socorreu" o aliado Gedraldo Julio e acalmou os ânimos no protesto na Campina do Barreto

Gabriela López
Gabriela López
Publicado em 14/06/2013 às 7:08
Michele Souza/JC Imagem
Eduardo "socorreu" o aliado Gedraldo Julio e acalmou os ânimos no protesto na Campina do Barreto - FOTO: Michele Souza/JC Imagem
Leitura:

Dotado de mais traquejo político, o governador Eduardo Campos socorreu o prefeito Geraldo Julio, nesta quinta-feira (13), em meio às queixas de moradores da Campina do Barreto, Zona Norte do Recife, que improvisaram um protesto durante ato administrativo com a presença dos dois gestores.

Eduardo já estava seguindo para o carro, quando foi abordado por duas mulheres. Ele chamava Geraldo Julio para repassar o pleito delas, mas percebeu que o prefeito estava impedido de se locomover, rodeado por outros moradores. O governador terminou voltando para perto do prefeito e tratou de acalmar os ânimos.

Notando os olhares dos repórteres, acertou uma reunião da sua equipe e de funcionários da Prefeitura, com o aval de Geraldo, para este sábado (15).

Antes, Eduardo havia iniciado seu discurso visivelmente incomodado. Sem sequer fazer as saudações iniciais, buscou logo defender a gestão. "Vimos um descaso absoluto nas emergências, nas urgências, onde não se tinha marcação de consultas, onde a saúde da mulher não tinha linha de cuidado, e nós começamos um trabalho. Estruturamos a urgência e emergência no Estado todo", afirmou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias