PT X PT

Em Pernambuco, PED será com votação manual

Eleição utilizará sistema de cédulas ao invés de urnas eletrônicas. Divulgação do resultado poderá não sair no domingo (10). Direção estadual nega clima de acirramento

José Accioly
José Accioly
Publicado em 06/11/2013 às 6:00
Igo Bione/JC Imagem
Eleição utilizará sistema de cédulas ao invés de urnas eletrônicas. Divulgação do resultado poderá não sair no domingo (10). Direção estadual nega clima de acirramento - Igo Bione/JC Imagem
Leitura:

Diferente do processo estabelecido nas prévias partidárias de 2012, a eleição interna do PT não contará com urnas eletrônicas. A Comissão de Organização Eleitoral (COE) confirmou, ontem, que todo o processo de votação no Estado será manual, no antigo sistema de cédulas. O resultado da eleição, portanto, poderá não ser conhecido no domingo (10). A contagem dos votos em todos os municípios de Pernambuco deverá entrar pela segunda-feira (11). Há possibilidade remota de que, pelo menos, o presidente do PT no Recife possa ser oficializado ainda no domingo.

O presidente estadual do partido, deputado federal Pedro Eugênio, explicou que diversos encontros foram realizados com o representantes do Tribunal Regional Eleitoral, que, no ano passado, cedeu suas urnas eletrônicas para realização das prévias. “As urnas precisavam ser inseminadas com três meses de antecedência. Acontece que nesse período não tínhamos pronta a lista de votantes, que dependia da quitação dos débitos dos filiados para ser concluída. Isso impossibilitou a parceria com o tribunal”, esclareceu o dirigente.

Coordenadora da COE, Ângela Cristina afirmou que somente hoje será finalizada a lista de votantes, que precisa ser respaldada pela Executiva nacional da legenda, cuja sede fica em São Paulo. “Tínhamos uma lista na segunda-feira (4), mas ela precisou ser atualizada e só deve ser fechada amanhã (hoje)”, contou a dirigente.

Cada município onde acontecerá a eleição terá um responsável que pedirá emprestada as urnas dos cartórios eleitorais para utilizar no domingo. Até o fechamento desta edição, 49 mil pessoas estavam aptas a participar do PED em todo Estado.

Questionado se o clima de acirramento pode se agravar com o sistema manual, o presidente do PT negou. “Mas qual o problema?” Os dois principais candidatos à presidência do PT – Teresa Leitão e Bruno Ribeiro – protagonizaram trocas de farpas durante toda a campanha. Tiveram um embate acalorado durante o evento promovido em Serra Talhada, cujo prefeito Luciano Duque é neopetista.

“Não acredito que tenhamos qualquer briga ou questionamento do resultado do processo porque a eleição será manual. Não conseguimos as urnas eletrônicas por dificuldades técnicas. Todos precisam compreender e colaborar”, clamou Pedro Eugênio. Cada um dos três candidatos – também disputa a presidência o Professor Edmilson – poderá indicar militantes que atuarão como fiscais e mesários na tentativa de garantir a serenidade do processo.

REUNIÃO
Na noite de ontem, a Executiva estadual do partido decidiu acatar a representação impetrada pelo ex-vereador do Recife, Dilson Peixoto, contra o presidente do PT Recife, Oscar Barreto. Peixoto acusa Barreto de infidelidade partidária por não ter apoiado a candidatura do senador Humberto Costa para prefeito do Recife, em 2012. Com a decisão – 11 integrantes do colegiado estadual foram favoráveis e quatro se abstiveram de votar –, o processo de cassação foi iniciado. Oscar será notificado a apresentar sua defesa. Após um período de 10 dias a Executiva estadual volta a se reunir para dar o veredicto.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias