projeto nacional

Eduardo Campos confirma que deixará o governo dia 4 de abril

Data é prazo limite para candidatos na eleição de 2014 se desincompatibilizarem de cargos

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 30/12/2013 às 14:52
Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Data é prazo limite para candidatos na eleição de 2014 se desincompatibilizarem de cargos - FOTO: Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Leitura:

O governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), confirmou nesta segunda-feira (30) que deixará o mandato no dia 4 de abril, data máxima estabelecida pela legislação eleitoral para candidatos na eleição de 2014 deixarem os cargos.

Em entrevista à Rádio Cultura de Palmares, município da Mata Sul pernambucana, onde o Governo do Estado entregou 707 casas da Operação Reconstrução nesta segunda (30), ele ainda afirmou que vai entrar em 2014 "para ganhar".

"Hoje é o último dia útil do ano. Estou feliz de poder estar concluindo mais um ano à frente do Governo de Pernambuco. Ganhamos o ano de 2013 com muito trabalho e determinação", disse.

Indagado sobre o percentual de desconhecimento nas pesquisas de intenção de votos para presidente, Eduardo afirmou que "haverá tempo" de percorrer o Brasil todo. "Temos a clareza de que neste País de dimensões continentais, que é muito grande, nós ainda temos um desconhecimento muito grande. Eu sou conhecido em Pernambuco, mas fora de Pernambuco nós só vamos vencer esse desconhecimento quando o debate da TV e do rádio for iniciado", ressaltou.

Últimas notícias