RUMO ÀS ELEIÇÕES

Geraldo Julio se destaca nas conversas com aliados

Pré-candidatos têm procurado o prefeito do Recife, interlocutor do governador Eduardo Campos, para debater o cenário político-eleitoral

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/01/2014 às 6:12
Clemilson Campos/JC Imagem
Pré-candidatos têm procurado o prefeito do Recife, interlocutor do governador Eduardo Campos, para debater o cenário político-eleitoral - FOTO: Clemilson Campos/JC Imagem
Leitura:

Com a sucessão estadual fervilhando, muitos dos pré-candidatos dentro e fora do Partido Socialista Brasileiro (PSB) tem procurado o prefeito do Recife, Geraldo Julio, para um debater o cenário político-eleitoral. O prefeito, um interlocutor constante do governador Eduardo Campos, é um aliado que tem sido valorizado pela capacidade de ouvir os correligionários.

Desde que a corrida sucessória esquentou, nas últimas três semanas, Geraldo já foi procurado pelo senador Jarbas Vasconcelos (PMDB); pelo ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e pelo vice-governador João Lyra Neto.

Antes mesmo que ele integrasse a comissão que está ouvindo os presidentes dos principais partidos aliados, juntamente com o seu secretário de governo, Sileno Guedes e com o deputado estadual Aluísio Lessa, já vinha sendo procurado.

Ontem, Geraldo Julio afirmou em entrevista ao Blog de Jamildo que um candidato de perfil técnico seria a melhor opção para comandar Pernambuco. “Tenho certeza que nós vamos escolher uma candidatura que vai seguir exatamente esse perfil que a população de Pernambuco espera”, destacou.

Geraldo Julio, entretanto, já defendeu um nome político: Fernando Bezerra Coelho. Foi ao lado dele que o prefeito subiu o Morro da Conceição na festa da padroeira em dezembro do ano passado, mostrando sua preferência pela correligionário. 

A escolha de um nome técnico para candidato ao governo de Pernambuco é tida como prioritária para o governador Eduardo Campos, que estaria escolhendo entre dois secretários: o da Casa Civil, Tadeu Alencar, e da Fazenda, Paulo Câmara. A estratégia seria uma repetição da eleição de 2012, quando o próprio Geraldo, um técnico extremamente prestigiado no governo por gerir o monitoramento das metas, foi lançado e conquistou a Prefeitura do Recife.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias