Eleições

PP perto de fechar com PSB no Estado

A Liberato Costa Junior, Eduardo Campos diz que aliança com PP está praticamente fechada

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 08/02/2014 às 5:30
NE10
A Liberato Costa Junior, Eduardo Campos diz que aliança com PP está praticamente fechada - FOTO: NE10
Leitura:

O Partido Progressista (PP) do deputado federal Eduardo da Fonte, aliado nacionalmente ao governo Dilma Rousseff, está praticamente fechado com o PSB de Eduardo Campos para a eleição estadual. Pelo menos foi o que revelou o próprio governador-presidenciável, nessa sexta-feira, na conversa que manteve com o ex-vereador Liberato Costa Júnior.

“Ele (Eduardo) disse que a perspectiva, muito forte, é essa mesmo: de que o PP estará alinhado com o PSB (no Estado)”, disse Liberato, em entrevista ao JC.

Por telefone, o progressista assegurou que “vai esperar o tempo da política” para tratar da sucessão estadual. “Não posso dizer nem que sim e nem que não”, respondeu Da Fonte, ao ser questionado se houve o convite para que o PP integre a chapa estadual do PSB. “Não tenho tido conversa com ninguém. Tenho que aguardar o tempo da política”, acrescentou o parlamentar, que agradeceu o fato de “ser lembrado” para a chapa governista.

Segundo deputado federal mais votado por Pernambuco em 2010 – com mais de 350 mil votos, atrás apenas da ex-deputada, mãe do governador e hoje ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes –, Eduardo da Fonte tem cobrado espaço para o PP na chapa majoritária.

Poderia ser na do senador e pré-candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB), que espera fechar aliança com o PT, ou mesmo na do PSB, opção que ficou mais forte desde a semana passada, quando discutiu pelos jornais com integrantes do PTB. Líder maior do PP no Estado, ele quer disputar o Senado.

Liberato revelou que, no café da manhã em sua casa, no Hipódromo, o governador mostrou-se bastante animado com a candidatura à Presidência da República, quando enfrentará, entre outros, a presidente Dilma, candidata à reeleição, e o senador Aécio Neves. “Ele avisou: pode se preparar que, no dia 1º de janeiro, um jatinho virá me pegar aqui para me levar a Brasília, para a posse presidencial”, disse, soltando uma risada.

Sobre a conversa com o governador e o prefeito Geraldo Julio, Liberato destacou ter feito – “como profundo amante do Recife, que sou” – algumas sugestões ao gestor municipal, entre elas a restauração da Cruz do Patrão, monumento histórico da cidade, e a necessidade de uma sinalização das ruas. “O prefeito tem revelado também um profundo amor pelo Recife”, elogiou.

Últimas notícias