Olinda

TCE quer correção e agilidade da Cehab em obra do Canal do Fragoso

Companhia estadual de habitação e obras está sendo notificada. TCE critica atrasos e quer minimizar os alagamentos na área

JC Online
JC Online
Publicado em 06/06/2016 às 14:05
Ashlley Melo/ JC Imagem
Companhia estadual de habitação e obras está sendo notificada. TCE critica atrasos e quer minimizar os alagamentos na área - FOTO: Ashlley Melo/ JC Imagem
Leitura:

Mais um problema para o governo Paulo Câmara (PSB) resolver: a Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab) está sendo notificada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a acelerar e corrigir a obra de revestimento do Canal do Fragoso II, em Olinda, atrasada há dois anos e cinco meses pelo menos, com prazo de conclusão só para 2017. A conselheira Teresa Duere emitiu na última sexta-feira (3/6) alerta de responsabilização para o presidente da empresa, Marcos Baptista Andrade. 

Ele poderá responder à Justiça se não tomar providências, tais como limpar, desobstruir e aumentar de imediato a calha natural do curso d’água no trecho à jusante do canal (para onde segue o curso d’água). As medidas são para minimizar os efeitos das inundações e prevenir futuros alagamentos.

Segundo o TCE, as recomendações são do Núcleo de Engenharia do tribunal. Inspeção realizada em maio mostrou que além de estar atrasada, a obra vem sendo feita de forma inadequada, da parte onde nasce o rio para a jusante, “na contramão do que rezam as boas práticas de engenharia referentes à execução de obras de macrodrenagem”. Fatalmente haverá barramento do curso d’água em dias de chuva, com transbordamento do canal e alagamento dos bairros de Jardim Fragoso, Jardim Atlântico e Casa Caiada, deduzem os auditores. Os moradores das áreas já vêm reclamando dos problemas. A obra é cercada por dificuldades desde o começo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias