Eleição

Mesma família vai comandar três municípios da Mata Sul

Sergio Hacker, Isabel Hacker e Franz Hacker ,do PSB, ganharam as eleições em Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém

Aline Araújo
Aline Araújo
Publicado em 05/10/2016 às 6:28
Diego Nigro / JC Imagem
Sergio Hacker, Isabel Hacker e Franz Hacker ,do PSB, ganharam as eleições em Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém - FOTO: Diego Nigro / JC Imagem
Leitura:

Além de serem parte da mesma região turística, os municípios vizinhos de Tamandaré, Sirinhaém e Rio Formoso, na Zona da Mata Sul, agora serão ligados pela gestão de três prefeitos da mesma família. Sergio Hacker, Isabel Hacker e Franz Hacker (reeleito), conhecido como France, todos atualmente no PSB, ganharam as eleições do último domingo e em 2017 irão assumir as gestões de Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém, respectivamente. 

O domínio da família Hacker nesses municípios já acontece desde 1992 quando José Hildo Hacker, patriarca da família, assumiu a Prefeitura de Rio Formoso. Já em 1996, na onda de “prefeitos itinerantes”, ele migrou para Sirinhaém vencendo as eleições e sendo reeleito em 2000. Neste mesmo ano, sua mulher, Maria das Graças Hacker, foi eleita pela primeira vez prefeita em Rio Formoso e reeleito quatro anos mais tarde. Em 2004 foi a vez do filho José Hildo Hacker Júnior assumir a gestão em Tamandaré. Estava estabelecido um rodízio familiar para manter uma hegemonia político-familiar naquelas três cidades. 

Isabel, France Hacker e Hildo Hacker Júnior são irmãos. Este último, em segundo mandato, está passando a Prefeitura de Tamandaré para o sobrinho Sérgio, filho de Isabel, que por sua vez foi eleita em Rio Formoso. Apesar da sucessão indicar uma sobreposição da questão familiar sobre a política, France Hacker diz que não existe nenhum tipo de articulação entre eles para candidaturas consecutivas na região – elas seriam “naturais” – e as reeleições são fruto de boas gestões e da herança dos pais. 

“Eu e meu irmão, Hildo Hacker, temos gestões muito bem avaliadas, cerca de 80% de aprovação, e isso foi fundamental para minha eleição e para que Hildo elegesse Sérgio”, afirmou. Além disso, ele diz que cada um vai cuidar da sua cidade, sem ações coordenadas. “Cada um vai cuidar da sua cidade, mas sempre usando exemplos que deram certo nas outras. Sempre procuramos inovar e honrar a confiança que o povo credita em nós”.

Sérgio Hacker, que venceu as eleições com 57,01% dos votos, tem apenas 27 anos e nunca havia concorrido a uma eleição. Ele foi o substituto no meio da campanha de Gutemberg Alexandre Rodrigues da Silva, candidato que adotou o nome político de Berg Hacker. Informações que circularam nos municípios deram conta que Sérgio e sua mãe, Isabel, moravam no Rio de Janeiro, mas foram “convocados” de última hora pelos irmãos. Isabel Hacker, 51 anos, também é novata no mundo da política. Ela ganhou a disputa com 52,51% dos votos e assume a Prefeitura de Rio Formoso.

France Hacker nega a “convocação”. Ressalta apenas que ambos são naturais da região e que há uma forte identificação da família nos três municípios.

ECONOMIA E TURISMO

Localizados no Mapa do Turismo Brasileiro como Histórica dos Arrecifes e Manguezais, Tamandaré, Sirinhaém e Rio Formoso arrecadaram em 2015 R$ 169 milhões. A área é destino recorrente de turistas no Nordeste, porque é reduto de belas praias, como Carneiros, A-ver-o-Mar, Ilha de Santo Aleixo e Guadalupe, além de Tamandaré. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias