Parceria

Governo estadual mira ampliação de parcerias com a Alemanha

Paulo Câmara encontrou com o embaixador alemão no Brasil, Georg Witschel

Da editoria de Política
Da editoria de Política
Publicado em 24/01/2017 às 14:36
Alusio Moreira/SEI
Paulo Câmara encontrou com o embaixador alemão no Brasil, Georg Witschel - FOTO: Alusio Moreira/SEI
Leitura:

Um dia após retornar de uma agenda administrativa em Petrolina, no Sertão, o governador Paulo Câmara (PSB) recebeu o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, no Palácio do Campo das Princesas. A conversa girou em torno da ampliação de parcerias entre o governo de Pernambuco e os alemães em áreas como energias renováveis e economia criativa.

"Manter esse diálogo nos ajuda a construir pontes que, no futuro, podem contribuir para a geração de emprego e renda no nosso Estado. O embaixador sabe que pode contar com o governo de Pernambuco para discutir diferentes tipos de cooperação. A Alemanha é um país que tem um papel de destaque na União Europeia e que  realiza investimentos em todo mundo", afirmou Paulo Câmara, por meio de sua assessora. 

>> Dono de jato de Eduardo Campos fecha delação premiada

O embaixador alemão disse que foi um encontro cordial e destacou as potencialidades de negócios.  

"São afinidades em muitas áreas entre a Alemanha e o Estado de Pernambuco. A infraestrutura é muito boa, com portos e com investimentos em energia solar e eólica. Já temos empresas alemãs instaladas aqui e outras interessadas", disse.

Georg Witschel elogiou iniciativas como o Programa Ganhe o Mundo e a gestão do ensino no Estado. "Discutimos a possibilidade de que alunos pernambucanos possam também estudar a língua alemã nas escolas públicas do Estado e nos colocamos à disposição para o intercâmbio também", afirmou. 

Também participaram do encontro Sabine Witschel, esposa do embaixador; a Cônsul da Alemanha no Recife, Maria Konning; o Chefe da Assessoria Especial, José Neto; e o secretário interino de Educação, João Charamba. 

SILÊNCIO

Após a audiência, o embaixador alemão conversou com a imprensa. Paulo Câmara não saiu do gabinete e não comentou as informações mais recentes sobre a delação premiada do empresário João Carlos Lyra, implicado na Operação Turbulência. Lyra é o dono do avião que caiu com o ex-governador Eduardo Campos em agosto de 2014 durante a campanha para presidente da República.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias