PACTO PELA VIDA

Oposição: Paulo Câmara terceirizou responsabilidade da violência

Oposição aproveita crítica do idealizador do Pacto Pela Vida para cobrar solução da violência ao governador

Paulo Veras
Paulo Veras
Publicado em 25/01/2017 às 18:57
Foto: Henrique Genecy/divulgação
Oposição aproveita crítica do idealizador do Pacto Pela Vida para cobrar solução da violência ao governador - FOTO: Foto: Henrique Genecy/divulgação
Leitura:

Após o professor José Luiz Ratton, idealizador do Pacto Pela Vida, afirmar que Pernambuco atingiu o maior índice de homicídios da década, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) cobrou uma solução ao governador Paulo Câmara (PSB). Para o líder do grupo, Silvio Costa Filho (PRB), a entrevista de Ratton põe em xeque o principal argumento do governo de que a violência cresceu no Estado por causa da crise econômica.

"O que falta é o governador puxar para si a responsabilidade e comandar uma ampla reformulação do programa, mas infelizmente, ele optou por terceirizar essa responsabilidade aos secretários da Defesa Social, Angelo Gioia, e do Planejamento, Márcio Stefani", critica Silvio.

"O próprio governador Paulo Câmara declarou, que só agora passou a participar das reuniões semanais do Pacto e que, até então, só comparecia a um encontro por mês", se queixou o parlamentar.

VIOLÊNCIA

Em 2016, segundo ano da gestão Paulo Câmara, Pernambuco registrou 4.458 homicídios; sendo o ano mais violento desde 2009. A violência tem mudados os hábitos dos moradores da Região Metropolitana do Recife. Na semana passada, o governador Paulo Câmara disse ter grande foco no combate à violência.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias