Briga municipal

Nadegi vai denunciar Meira, prefeito de Camaragibe, à Justiça

Vice-prefeita de Camaragibe alega que o titular a caluniou e promete denunciar os erros dele ao Ministério Público

JC Online
JC Online
Publicado em 07/02/2017 às 18:05
Reprodução/Internet
Vice-prefeita de Camaragibe alega que o titular a caluniou e promete denunciar os erros dele ao Ministério Público - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

A briga entre o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), e sua vice, médica Nadegi Queiroz (PSDC), está ganhando novos capítulos. Ela avisa que vai ajuizar uma queixa-crime contra Meira na Justiça e denunciá-lo ao Ministério Público. Uma audiência com a promotora Mariana Vila, responsável pela defesa da saúde no município, está marcada para esta quarta-feira (8/2).

Nadegi deve exposr os motivos que a fizeram deixar a pasta da aúde. “Não concordo com nenhum tipo de ação do atual gestor. Falta participação, houve  desrespeito aos funcionários e aos interesses da população”, diz a vice-prefeita. E acrescenta, referindo-se a Meira “Ele se utilizou do meu pedido de exoneração para me caluniar, dizendo que eu teria fraudado uma licitação, quando sequer houve licitação nem dano ao erário.”

Meira criticou Nadegi há duas semanas

Demóstenes Meira acusou Nadegi de ser conivente com a má gestão de recursos na Secretaria de Saúde. “Não houve rompimento político, mas a minha tolerância é zero com a corrupção. Ela mandou quatro cotações para a compra de medicamentos e tem uma fradulenta porque fraudaram o papel timbrado de uma das empresas participantes. Não tenho nada contra ela, não estou perseguindo, mas sou centralizador e não admito que ninguém compre nada sem passar por mim”, afirmou há duas semanas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias