Segurança

Paulo Câmara defende serviço de inteligência da polícia após roubo

O governador negou que tenham sido roubados R$ 60 milhões da empresa e resaltou que os danos poderiam ter sido maiores sem atuação arriscada da Polícia Militar

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 22/02/2017 às 11:05
Foto: Aluisio Moreira/SEI
O governador negou que tenham sido roubados R$ 60 milhões da empresa e resaltou que os danos poderiam ter sido maiores sem atuação arriscada da Polícia Militar - FOTO: Foto: Aluisio Moreira/SEI
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), defendeu que a inteligência da Polícia Civil do estado em entrevista ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, na manhã desta quarta-feira (22). De acordo com ele, a polícia de Pernambuco está preparada para combater esse tipo de evento, mas garantiu que fatos como o roubo cinematoráfico à empresa de valores desta terça-feira (21) não serão mais permitidos no estado. 

O governador negou que tenham sido roubados R$ 60 milhões da empresa e resaltou que os danos poderiam ter sido maiores sem atuação arriscada da Polícia Militar que, conforme o governador, "frustrou a ação dos bandidos". "Arriscaram suas vidas e vão ser reconhecidos. A polícia mostrou o seu valor", elogiou. Para ele a polícia do estado é competente e tem instrumentos de investigação. 

“Os serviços de inteligência estão funcionando. Muita gente está sendo presa. Vocês já noticiaram a prisão do maior assaltante de Bancos do país, fora outras quadrilhas presas, mais de 100 pessoas que estavam atuando no nosso estado. A nossa polícia é competente, tá investigando e eu tenho confiança no trabalho de todos que fazem a defesa social do nosso estado”, falou. 

Efetivo


Paulo Câmara garantiu que treinamentos para que polícia possa dar respostas mais rápidas estão sendo feitos. Além disso, o governador falou que está deslocando mais homens para as ruas. 
 
"O trabalho está sendo feito, blitz acontecem, tem muita gente torcendo contra, mas nós estamos muito focados, o efetivo está sendo treinado para dar respostas mais rápidas. Estamos levando mais policiais para rua. São 1.500 novos homens que já estão sendo capacitados e após formação chamaremos mais 1 mil", falou.

Sobre o reajuste da Polícia Militar, bastante criticado pela categoria, o governador afirmou que medida já sancionada, foi discutida pelo comando e é uma das melhores remunerações salariais do país."Foi feito junto ao comando, que conhece efetivamente a tropa. É um esforço que o governo tá fazendo para valorizar a Polícia Militar e os Bombeiros Militares", falou.

Escute a entrevista na íntegra: 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias