JUSTIÇA

Ação pede cassação do prefeito de Abreu e Lima

Candidata que ficou em segundo lugar na disputa eleitoral entrou com denúncia contra atual prefeito

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 20/04/2017 às 8:26
Foto: Divulgação TSE
Candidata que ficou em segundo lugar na disputa eleitoral entrou com denúncia contra atual prefeito - FOTO: Foto: Divulgação TSE
Leitura:

Está em curso na Justiça Eleitoral uma Ação de Investigação contra o prefeito de Abreu e Lima, Marcos José da Silva, conhecido por pastor Marcos José (PSB) e seu vice, Marcos Peixoto de Siqueira, por abuso de poder econômico e político. Quem deu entrada no pedido de investigação foi a candidata que ficou em segundo lugar na disputa, Katiana Gadelha (PDT). A disputa na cidade foi bastante acirrada e a diferença nas urnas foi de 114 votos.

A denúncia é que a vitória do prefeito pode ter sido fruto da compra de votos, distribuição de praças de táxi e contratações temporárias durante o período de eleições, o que é vedado pela lei eleitoral.

Se ficar comprovado que houve crime, as sanções podem ser cassação do diploma e inelegibilidade. 

A ação, nº 1-43.2017.6.17.0145, está em tramitação na 119º Zona Eleitoral, em Abreu e Lima. Procurado, o Ministério Público de Pernambuco afirmou que o processo corre em segredo de Justiça. A reportagem apurou que o promotor eleitoral ainda não se pronunciou sobre o caso.

Procurada, a assessoria da prefeitura afirmou que a oposição não aceita a derrota e que o jurídico tem respondido às demandas solicitadas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias