Paralisação

Juventude Democratas diz que greve geral prejudica economia do País

Já no Facebook o ministro Mendonça Filho afirmou que o dia 28 é de muito trabalho: 'Educação não pode parar', afirmou

Da editoria de Política
Da editoria de Política
Publicado em 28/04/2017 às 13:23
Lula Marques/Divulgação
Já no Facebook o ministro Mendonça Filho afirmou que o dia 28 é de muito trabalho: 'Educação não pode parar', afirmou - FOTO: Lula Marques/Divulgação
Leitura:

A ala jovem do partido Democratas em Pernambuco usou as redes sociais para convocar os trabalhadores do Estado a não aderirem à greve geral desta sexta-feira. Em um texto publicado no Facebook, a Juventude Democratas diz que a greve geral foi convocada por sindicatos "que estão com medo de perder suas benesses".

MINUTO A MINUTO DA GREVE GERAL

Em Pernambuco, o Democratas é presidido pelo ministro Mendonça Filho (Educação). Esta semana, ele se licenciou do ministério e voltou e reassumiu o posto de deputado federal para votar a favor da reforma Trabalhista a pedido do presidente Michel Temer.

No Facebook, Mendonça se posicionou contra a greve geral de maneira curta e enfática: 

"Aqui no MEC o dia 28 é de muito trabalho. Educação não pode parar", escreveu.

LEIA MAIS:

Para MPT, greve geral de 28 de abril é justa e legal

João Doria chama manifestantes de ''vagabundos''

Tribunal Regional do Trabalho suspende o expediente nesta sexta-feira

Associação dos delegados repudia constrangimento aos servidores durante paralisação

Protestos tomam conta do País em dia de greve geral

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias