EMPRÉSTIMO

Paulo pede autorização para empréstimo de R$ 600 milhões com BNDES

Alepe já havia aprovado empréstimo com a Caixa, mas governo estuda operação com BNDES

Paulo Veras
Paulo Veras
Publicado em 28/04/2017 às 13:24
Foto: JC Imagem
Alepe já havia aprovado empréstimo com a Caixa, mas governo estuda operação com BNDES - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

O governador Paulo Câmara (PSB) enviou a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) um projeto de lei que autoriza o Estado a contrair um empréstimo de até R$ 600 milhões com o Bando Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A proposta altera uma Lei já aprovada no ano passado que permitia ao Estado captar o mesmo valor com a Caixa Econômica Federal. O governo de Pernambuco tem uma parceria com o BNDES desde 2009 com outros programas de financiamento.

"A inclusão proposta deve-se ao fato do BNDES ter apresentado ao Estado de Pernambuco condições financeiras tão favoráveis quanto às oferecidas pela CEF, o que resultou na inclusão do BNDES nas negociações para contratação da operação de crédito em tela", diz a justificativa enviada pelo governador.

CRITICA DA OPOSIÇÃO

Nesta semana, o líder da oposição, Silvio Costa Filho (PRB), usou a sinalização da autorização de um empréstimo com o Estado para acusar o governador de usar sua posição em relação às reformas trabalhista e da previdência como uma "moeda de troca" com o governo Michel Temer (PMDB).

A tese foi rebatida pelo deputado Waldemar Borges (PSB), que fez duras críticas a Silvio. Waldemar preside a Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante da Alepe, onde a proposta passará primeiro. Ela ainda tramitará pelas comissões de Administração e Finanças, também presididas por deputados do PSB, respectivamente Lucas Ramos e Clodoaldo Magalhães.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias