VAZAMENTO

Temer não chega ao final da semana, diz Humberto Costa

Líder da oposição no Senado, Humberto Costa diz que não resta alternativa a Temer que não renunciar

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 17/05/2017 às 21:11
Foto: Igo Bione/Acervo JC Imagem
Líder da oposição no Senado, Humberto Costa diz que não resta alternativa a Temer que não renunciar - FOTO: Foto: Igo Bione/Acervo JC Imagem
Leitura:

Líder da oposição no Senado, o pernambucano Humberto Costa (PT) afirmou ao JC que não restará outra saída ao presidente Michel Temer (PMDB) do que renunciar; após o jornal O Globo divulgar notícia de uma delação em que o peemedebista teria sido gravado autorizando a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

"Não resta outra saída ao presidente senão renunciar. Não há mais a minima condição política e moral para ele continuar. O País vai entrar no caos se ele insistir em continuar", disse o petista.

Sobre o pedido de impeachment contra Temer, Humberto disse que seria um caminho; mas ressaltou que se a notícia se confirmar, nem haveria tempo para isso. "Eu não acho que ele aguenta nem o final de semana. Não tem condição. Ele vai ter que renunciar. Não tem outra saída para ele, na minha avaliação. Nós estamos vivendo a crise mais grave da República desde 1964", projetou o senador.

ELEIÇÃO INDIRETA

Questionado sobre a possibilidade de uma eleição indireta com a saída de Temer a menos de dois anos para o fim do mandato presidencial, Humberto disse que a melhor saída seriam eleições gerais. Ele e um grupo do alto comando do PT vão se reunir com o ex-presidente Lula (PT) amanhã.

"Tem clima para eleição indireta feita por um Congresso como este? Existe legitimidade para esse Congresso eleger alguém? Especialmente a Câmara dos deputados? Não tem condição! Tem que se discutir a forma jurídica para se ter uma saída política, que seriam eleições gerais", avaliou.

Últimas notícias