Agreste

Hélio dos Terrenos mais uma vez candidato em Belo Jardim

Filiado ao PTB, ele estará mais uma vez na disputa, e com o apoio do PP, que deixou o grupo de Mendonça Filho

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 25/05/2017 às 16:54
Reprodução/TSE
Filiado ao PTB, ele estará mais uma vez na disputa, e com o apoio do PP, que deixou o grupo de Mendonça Filho - FOTO: Reprodução/TSE
Leitura:

O empresário do ramo imobiliário, Hélio dos Terrenos, do grupo do senador Armando Monteiro e do ex-prefeito Cintra Galvão (PTB), segundo mais votado na eleição regular de outubro de 2016 em Belo Jardim, Agreste de Pernambuco, voltará a disputar a prefeitura do município no pleito suplementar de 2 de julho de 2017. O nome dele será confirmado na noite desta quinta-feira (25/05), às 19h, na convenção do partido. O vice será o vereador Silvano Galvão, da mesma sigla.

“A verdadeira oposição aos Mendonça é Hélio”, diz Cecílio Galvão, ex-prefeito de Belo Jardim e coordenador da campanha do PTB no município. Ele nega que o partido e o grupo liderado pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, se unam em torno de um único candidato, como se especulava na cidade nos últimos dias.
Segundo Galvão, que é filho do ex-prefeito e deputado Cintra Galvão, a candidatura de Hélio estará mais forte na disputa. Além de repetir os apoios da eleição passada – PRB, PDT, PT e PMN –, a coligação comandada pelo Partido Trabalhista Brasileiro terá o PP, que apoiava o candidato do ministro da Educação, Doutor Maneco (Solidariedade), e a Rede, que na eleição de outubro estava na chapa do Tenente Mariano (PRTB).

PSB terá dobradinha na disputa pela prefeitura de Belo Jardim

O PSB também faz convenção na noite desta quinta (25/05) para confirmar o nome de Luiz Carlos como candidato a prefeito, tendo a ex-secretária de Educação, Elisabeth Gomes, também socialista, como vice. A chapa tem o apoio do ex-prefeito João Mendonça (PSB), que deixou o cargo no dia 22 de maio por determinação da Justiça Eleitoral. Ele teve o registro indeferido por causa de improbidade administrativa. Luiz Carlos era o vice de João Mendonça.

João Mendonça e Mendonça Filho são primos, mas adversários políticos. O grupo do ministro também deve fazer convenção nesta noite, último dia reservado pela Justiça Eleitoral para quem pretende disputar a eleição de julho.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias