polêmica

Alepe aprova voto de protesto contra vereadora que xingou nordestinos

Vereadora de Farroupilha teria dito, em sessão da Câmara, que nordestinos sabem "se unir para roubar"

Da Editoria de Política
Da Editoria de Política
Publicado em 30/05/2017 às 17:49
Foto: reprodução/facebook
Vereadora de Farroupilha teria dito, em sessão da Câmara, que nordestinos sabem "se unir para roubar" - FOTO: Foto: reprodução/facebook
Leitura:

Em resposta à fala preconceituosa da vereadora de Farroupilha, que afirmou semana passada que "os nordestinos sabem muito bem se unir, sim, para roubar”, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou nesta terça-feira (30) voto de protesto contra ela.

O caso ganhou repercussão quando a vereadora Eleonora Broilo (PMDB) subiu à tribuna da Câmara dos Vereadores de Farroupilha e, durante sessão ordinária, fez uma fala sobre a forma do nordestino fazer política. “Em relação a nordestino saber fazer política, não sei se concordo muito. Acho que eles sabem muito bem se unir, sim, para roubar, para ganhar propina, para aumentar a corrupção”, teria declarado, sobre o atual momento político do Brasil.

O voto de protesto foi pedido pela deputada estadual Socorro Pimentel (PSL) e a decisão foi aprovada por unanimidade na Casa Joaquim Nabuco.

>> Vereadora faz o comentário à 1h e 29 min do vídeo. Veja:

 DEFESA

Em nota, publicada numa rede social, Eleonora garantiu que a "fala está descontextualizada do que realmente era objeto de
discussão pelo Plenário. Na ocasião, em momento anterior à minha manifestação, um colega da bancada da situação teceu
críticas aos políticos gaúchos. Nesse sentido, manifestei-me, referindo-me exclusivamente aos políticos nordestinos – e não
ao povo nordestino -, ocasião em que efetivamente fiz considerações desabonatórias ao seu modo – dos políticos
nordestinos, reitera-se - de fazer política", escreveu.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias